http://formuladelancamento.klickpages.com.br/?origin=yt – Storytelling | Como uma boa história pode inspirar e vender. Leia mais:

http://bit.ly/1eqhgCC

A narração de fatos é algo que está presente na história da humanidade há um bom tempo. Com o passar dos séculos, nossa experiência com a narração foi aumentando, e ela ganhou cada vez mais presença na sociedade. Neste vídeo, conheça um dos modelos de storytelling.

O que é storytelling?

O termo vem da língua inglesa, derivado da palavra storyteller, que siginifica contador de histórias. Portanto, storytelling pode ser encarado como o ato de contar histórias seguindo uma sequência.

O papel do storytelling

Quem trabalha com marketing sabe que é preciso pensar em diversos métodos de estimular o consumidor. Cores, palavras, imagens. Tudo isso e mais algumas coisas são responsáveis por capturar a atenção do público. O storytelling é mais uma ferramenta para essa finalidade, com a diferença de que ele está aqui para criar algum tipo de ligação com o ouvinte.

Por que usar o storytelling?

Dar um motivo é a primeira coisa que você precisa fazer para conseguir uma boa reação de alguém. Imagine uma fila com 600 pessoas que querem tirar cópias de documentos, livros, ou quaisquer tipos de papéis. Se alguém chegar e simplesmente furar a fila, isso causaria uma confusão, não é mesmo?

No entanto, em uma experiência, uma pessoa foi instruída a furar a fila usando o segundo roteiro: tenho que furar a fila para não perder uma entrevista de trabalho/ser despedido. Com sucesso, a pessoa conseguiu furar a fila sem que um grande tumulto ocorresse. A história, claro, era falsa.

Depois disso, outro roteiro foi aplicado para a mesma situação. No entanto, agora, não era nada tão apelativo. A pessoa só precisava dizer que tinha que fazer aquela atividade o mais rápido possível. No entanto, para a surpresa de todos, a pessoa também conseguiu furar a fila. Mas essa não foi a única surpresa. Ao final do experimento, foi constatado que as duas desculpas tiveram um desempenho muito próximo. Assim, podemos constatar que: desde que você dê uma explicação, as pessoas serão mais compreensivas com você.

Você pode não ter reparado, mas este experimento testou a aplicação do storytelling.

O padrão das histórias

Não importa se você é fã ou não de super heróis. Batman, Homem Aranha, Hércules, Harry Potter. Todos eles são protagonistas de histórias de sucesso, conhecidas mundialmente e amadas por pessoas de todas as idades. Por que isso ocorre? Toda boa história segue um padrão.

O livro The Hero With a Thousand Faces, uma obra muito famosa escrita por Joseph Campbell, fala sobre o arquétipo de herói, mostrando sua presença em várias mitologias através da comparação. Campbell fala que existem 12 passos na jornada do herói, do início das suas aventuras até o final.

No mundo do marketing podemos resumir esses passos e aplicar o método da jornada de herói no storytelling.

A jornada do herói no storytelling

Para criar uma conexão com o ouvinte, é preciso que você siga estes quatro passos:

Antes da jornada — a realidade da pessoa antes de mudar de vida
Sonhos — o que ela desejava fazer.
Frustração — por ela não ter uma habilidade específica, algo ruim ocorreu
Virada de vida — a pessoa toma uma decisão e a sua vida muda a partir disso

Durante um dos cursos de Erico Rocha, Jober Chaves foi chamado ao palco para contar sua experiência com o storytelling no mundo dos negócios.

Carlos Ono

Sobre Carlos Ono