http://bit.ly/yabtw – Definir metas: A Regra das 3 Metas

Leia mais: http://bit.ly/LLmvG5

Quem nunca ouviu alguém dizer que em janeiro vai começar um regime ou que vai começar a frequentar a academia? Esse tipo de promessa não é exclusivo do final de ano. Veja como definir metas e aprenda a estipular objetivos que serão cumpridos.

Desistindo dos objetivos

Muitas pessoas enfrentam um grande problema: a desistência. Isso acontece com uma grande frequência quando falamos sobre promessas de fim de ano, mas não podemos pensar que essa é a única época em que as pessoas fazem planos que serão abandonados.

Você, muito provavelmente, já deve ter passado por alguma situação que tenha te feito pensar: “É, isso não vale a pena, não está dando resultado, vou desistir”. Estamos falando de promessas relacionadas a qualquer área da vida, mas você já parou para pensar por que esses objetivos não foram alcançados?

Definindo metas erradas

Se você tem ou teve problemas em alcançar os objetivos que você mesmo preparou, pode ter certeza que suas metas têm uma grande parcela de culpa. Erico Rocha conta que em um momento de sua vida ele só errava, errava e deixava de alcançar várias de suas metas. Foi então que lhe ensinaram a Regra das 3 Metas.

A Regra das 3 Metas

Se você tem um projeto, seja pessoal ou profissional, é possível estipular 3 metas de níveis diferentes, permitindo que você evolua até o fim do prazo de cumprimento das metas. Como funciona isso?

Primeira meta

Essa é a meta mais básica. Pode ser qualquer coisa que faça você sair do primeiro degrau para o segundo. Ela serve para você perceber que começou o projeto que você estava empenhado para fazer. É uma forma de lembrete que mostra o resultado do primeiro passo.

Segunda meta

A segunda meta deve ser algo que, quando concluída, faça você dizer: nossa, realizei um ótimo trabalho.

Terceira meta

A terceira e última meta precisa ser difícil. O nível de qualidade exigido para a conclusão desta meta deve ser excepcional. Ela será o ápice do seu projeto e pode englobar até mesmo sonhos que você acredite que são impossíveis de realizar.

Por que definir metas?

Metas bem definidas, com uma divisão no estilo da Regra das 3 Metas, ajudam consideravelmente o desenvolvimento pessoal e profissional. Um bom exemplo disso são os níveis de habilidade em artes marciais.

No karatê, por exemplo, o iniciante começa com uma faixa branca, depois segue para outra cor, depois mais outra, até que, depois de passar por algumas cores, ele consegue a faixa preta. Agora, imagine como seria se fossem somente duas faixas: branca e preta. Quantos anos ele teria que esperar para se sentir subindo degraus de habilidade?

O papel das metas bem definidas é exatamente esse: mostrar progressão para que a pessoa veja o quanto ela está evoluindo ao exercer as atividades necessárias para chegar ao seu objetivo final.

Conclusão

Regras mal definidas atrapalham, fazem você querer desistir e vão arruinar o seu projeto. Defina bem suas metas, utilizando algum tipo de progressão entre elas. Se você não tem ideia de como fazer, aplique a Regra das 3 Metas e nos conte o resultado.

Carlos Ono

Sobre Carlos Ono