Finanças Pessoais

EDUCAR – Educação Financeira – módulo Mulheres em Ação

MODALIDADE
Presencial

OBJETIVOS
Capacitar as participantes a aplicarem os princípios do planejamento financeiro visando fortalecer a cultura de poupança para a formação de patrimônio.

PÚBLICO ALVO
Mulheres interessadas em obter informação visando o planejamento financeiro e as alternativas de investimentos para o desenvolvimento pessoal e preparação para seu futuro financeiro (exclusivo para mulheres).

PRÉ-REQUISITOS
Não há

Fonte: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/financas-pessoais.aspx?Idioma=pt-br

 

Publicado em Administração e Negócios, Cursos | Deixar um comentário

Contos

A vida me colocou um Anjo dentro de um ônibus no qual quando a vi me interessei e quis
paquerar e até namorar!

1ª Relação = O Orkut me mostrou ela toda feliz de barrigão grávida; fiquei triste mas
feliz por ela, bola para frente; porém a relação não durou nem 4 anos.

2ª Relação = O Facebook me fez reencontrar ela toda perdida e triste por ter terminado um noivado que não derá certo.

3ª Relação = Uma vez me contou sobre um rolo com um policial mas que foi só coisa de
momento.

4ª Relação = Um namoro muito antigo da praia de Santos surgiu do nada; dizia que ele
sempre seria o amor da vida dela, vejo como se ele fosse o cara que a fez perder a
virgindade; porém esta relação não durou muito tempo pois ele já tinha outra namorada e
porque ele também usava drogas.

5ª Relação = Namorava e terminava direto com um namoradinho de infância, quase ficou
grávida dele, corremos nos hospitais para confirmar se estava e ou não grávida; chorava
aos prantos e assustada que não queria ter outro filho tão cedo; já mal conseguia se
sustentar e sustentar o filho atual.

6ª Relação = Começou a ficar e namorar um skatista; afinal ela ama o skate; fiz de um
tudo para conseguir ser o namorado dela, porém errei ao emprestar dinheiro para as suas
dificuldades da vida e errei em lhe dar presentes caros, afinal amizade e dinheiro não se
misturam, é igual óleo e água e ou você perde a amiga e ou você perde o dinheiro; ela até cogitou em me namorar porém disserá que não duraria 3 meses; enfim isto me derá esperanças. Porém pensei que com o tempo ela estaria sozinha novamente e eu tivesse uma real chance; não foi o que aconteceu; ela me apareceu grávida do cara não sei se fora planejado e ou não porém nestes tempos só tem filhos quem quer; descabeçados, inconsequentes, enfim meus conselhos e os da mãe dela foram em vão, decepção total; o que está feito está feito, enfim perdi uma amiga, perdi uma possível namorada, perdi e aprendi a perder mas tentei do possível ao impossível fazer com que ela me enxergasse.

O futuro pertence à Deus e só o tempo dirá se ela fez uma boa escolha e ou não para a
vida dela; desejo para o bem dela que seja feliz porém meu coração e meus conselheiros
disseram que não será; enfim será que eles e eu estamos enganados e ou não? Será que ela está mais perdida com o novo cenário da vida dela e ou não? Enfim queria muito poder ajudar mas eu ajudei e aconselhei, dei o meu melhor; a semeadura é farta mais a colheita é certeira.

Tudo há um porque, nada é por acaso. O melhor é fazer o certo, sumir e tentar se feliz
com uma outra pessoa; se serei e ou não só o tempo dirá; o que sei é que eu tentei; ela
pode namorar quem ela quiser, mas que eu merecia uma chance sim eu merecia.

Enfim, não deu certo paciência.

FIM

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Namoro após a separação

Dicas para dar a volta por cima depois do casamento e reaprender a namorar

Os casamentos acabam por diferentes motivos, mas o processo de separação costuma ser doloroso na maioria dos casos. Depois de todo o desgaste da situação, é preciso reorganizar a própria vida e reconquistar o equilíbrio perdido.

Reaprender a namorar depois da separação também faz parte deste processo. Pode parecer estranho pensar em namorar depois de tanto tempo em um relacionamento estável, por isso é normal sentir como se tivesse desaprendido a paquerar. Se você demorar um tempo até conseguir sair com outra pessoa e mais ainda para conseguir se envolver, tudo bem.

O segredo para quem quer retomar a vida afetiva é não ter pressa. Não pense em encontrar alguém o mais rápido possível só para preencher o espaço deixado pelo último companheiro, muito menos para causar ciúmes no ex.

Viva no presente, nada de ficar remoendo as mágoas do casamento desfeito. Depois da separação física, é necessário que ocorra uma separação psicológica. Só assim é possível retomar sua identidade pessoal e se redescobrir.

Dando a volta por cima

Trocar a decoração da casa, comprar roupas novas e mudar o visual são iniciativas quem podem ajudar a trabalhar a autoestima e servem de incentivo para começar uma nova fase na vida.

Não espere que um novo companheiro vá bater à sua porta. Quando se sentir pronta para voltar à ativa e experimentar novos relacionamentos, é hora de sair de casa, conhecer pessoas e lugares novos.

O ideal é frequentar um lugar que reflita seus interesses. Pode ser um bar, uma livraria, cinema ou até mesmo a academia. Assim, as chances de encontrar alguém que tenha gostos parecidos são maiores.

Manter um namoro pela internet pode não ser o que você deseja, mas dá para conhecer gente interessante por ali. A única regra é ficar atenta quanto aos perfis mentirosos e não passar informações pessoais logo no primeiro contato. Se encontrar um bom partido e quiser marcar um encontro, escolha lugares públicos.

Seja exigente, não insista em relacionamentos em que você não se sinta totalmente à vontade e correspondida. Parte do aprendizado que acontece em um namoro após a separação consiste em adquirir maturidade suficiente para saber o que a faz feliz ou não.

Inseguranças à parte, aproveite a experiência de se relacionar de novo, aquela sensação boa de começo de namoro, de ir conhecendo a pessoa aos pouquinhos. Afinal, a vida continua e ficar apegada ao passado só vai fazer com que você perca boas oportunidades de ter experiências ainda melhores.

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/namoro-apos-a-separacao/

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

40 coisas sobre sexo que você precisa saber antes dos 40

Com mais segurança e experiência, a mulher de 40 anos tem tudo para viver a melhor época sexual de sua vida

Foto: Thinkstock

Aos 40 anos, o sexo não só está muito presente na vida das mulheres como tem tendência a ser cada vez melhor. É o que dizem algumas pesquisas que mostram que quanto mais maduras, melhor é a qualidade do sexo para as mulheres, e ainda que nos 40 anos, provavelmente estamos no auge.

Esta tende a ser uma fase de maior estabilidade financeira, dos filhos ficando mais velhos, e consequentemente, aliviando o peso das cobranças da vida. Além disso, a experiência é a melhor maneira de aprender sobre sexo e de se ganhar cada vez mais confiança em si mesma. Fisicamente, a libido aumenta, assim como a frequência do orgasmo.

”Sexualmente, a mulher de quarenta é bem resolvida pois já conta com uma gama de experiências que deram certo e que deram errado, sabe das suas metas e conhece seus limites. É comum vermos um riso mais espontâneo, uma sedução mais refinada e livre. O sexo é mais gostoso aos quarenta” revela Nalini Narayan, autora do livro “As aventuras sexuais de Nalini N”.

Já a psicóloga Virgínia Ferreira, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis, destaca que, no que diz respeito à sexualidade aos 40, a realidade já mudou muito ao longo do tempo: “Se em séculos anteriores homens e mulheres eram considerados velhos nessa idade, hoje, no século XXI, aos 40 ou 50 anos, as pessoas são vistas como no auge da maturidade, da beleza, da produtividade e da sexualidade”.

As previsões só indicam coisas ótimas na vida sexual da mulher aos 40. Então que tal aproveitar tudo o que você tem direito?

  1. Saber se masturbar: a prática é essencial para que a mulher conheça o seu corpo e saiba o que lhe dá prazer.
  2. Ter orgasmo se masturbando: Saber se satisfazer sozinha vai te ajudar a ter controle da sua sexualidade e do seu corpo.
  3. O clitóris não envelhece: Feito exclusivamente para o prazer, o clitóris não envelhece e, ao contrário do que acontece com os homens, vai estar tinindo não importa sua idade.
  4. Conhecer seu corpo com ninguém: Ninguém pode conhecer seu corpo melhor do que você. Se olhe, se compreenda e pesquise tudo o que te parecer importante saber sobre seu organismo.
  5. Fazer sexo casual: sexo não necessariamente está vinculado ao envolvimento afetivo e será muito bom que você saiba fazê-lo de forma responsável, numa boa.
  6. Fazer compras no ‘sexshop’: existe uma infinidade de brinquedos e apetrechos que vale a pena experimentar.
  7. Sexo com outra mulher: a questão sexual entre gêneros está cada vez mais leve. Se você tem vontade de experimentar, não tenha medo.
  8. Viver um relacionamento aberto: o aprendizado do desprendimento e a luta contra a possessividade ensinam a conhecer e respeitar seus limites.
  9. Viver um relacionamento romântico: um amor de cinema é possível e todo mundo merece saber viver um.
  10. Fazer swing: uma diversão em grupo pode ser muito legal se você tem estrutura emocional para isso.
  11. Sexo selvagem: libere e viva todas as suas fantasias sexuais.
  12. Fazer amor: para conhecer a melhor forma de se fazer sexo.
  13. Assistir filme pornô: excitantes e cheios de dicas, filmes eróticos podem apimentar sua vida sexual e ser uma diversão a dois ou sozinha.
  14. Sexo oral: eles adoram e para quem gosta e sabe fazer é uma delícia.
  15. Sexo anal: explore todas as possibilidades de prazer que seu corpo pode te proporcionar.
  16. Esquecer seus problemas durante o sexo: para aproveitar o melhor do sexo, é preciso estar focada em seu prazer e deixar os problemas para depois.
  17. Falar o que te agrada na cama: às vezes é difícil evitar a timidez. Mas com um pouco de treino, fica fácil comunicar o que você quer. Ele vai adorar e você só tem a ganhar.
  18. Permitir-se tudo o que quiser no sexo: até quando você vai esperar para aproveitar tudo que sonhou do sexo?
  19. Estudar sobre sexo: aprender sobre um assunto é a única maneira de dominá-lo. Seja teoria ou prática, quanto mais você souber sobre sexo, melhor você vai se sair desse aspecto.
  20. Focar no seu prazer: não se pode dar o que não se tem. Aprenda a ter prazer, a focar nos seus interesses e a atividade vai melhorar para os dois.
  21. Viagem romântica: um tempo a sós apenas para passear, namorar e (claro) fazer muito sexo é uma experiência que todos merecem ter ao menos uma vez na vida.
  22. Que os homens não estão sempre a fim de transar: apesar de tanto se falar que eles só pensam nisso, eles também são humanos e têm seus dias mais introspectivos.
  23. Fazer ‘striptease’: é possível se divertir muito com esse incrível jogo de sedução.
  24. Saber se valorizar: senão, quem mais te dará todo o valor que você merece? Reconheça suas qualidades e não seja tão crítica consigo mesma.
  25. Que os homens não estão procurando seus defeitos: se eles se aproximam é porque gostaram de você e não estão interessados em buscar seus defeitos.
  26. Que eles também ficam inseguros: os homens não são esse poço de segurança e autoconfiança que pode parecer. Saiba lidar com suas fraquezas, como com qualquer outra pessoa.
  27. Nunca é tarde para experimentar: não se prenda à idade ou ao que dizem que é melhor para você. Foque na sua satisfação e aproveite para experimentar tudo o que você sempre quis.
  28. Tomar a iniciativa: ficar para sempre esperando a aproximação do outro pode te privar de muitos momentos incríveis.
  29. Você não é sempre a culpada dele não estar a fim: os homens têm seus problemas, preocupações e indisposições físicas possíveis a todo mundo.
  30. Depilação é importante (mas nem sempre): muitos acham essencial e outros nem ligam ou até preferem as “peludinhas”.
  31. Demonstrar seu prazer: eles gostam de sentir, mas gostam ainda mais de saber que você está gostando.
  32. Saber comandar o sexo: sexo não é feito só para os homens. Eles gostam de dominar, mas também adorar saber que você tem o poder de comandar.
  33. Mulher por cima é a posição favorita das mulheres: entre as entrevistadas, a posição da ‘cavalgada’ é a que mais se destaca quando o assunto é ter mais prazer.
  34. E a dos homens é a posição ‘de quatro’: entre os entrevistados, foi a posição ‘cachorrinho’ que fez mais sucesso.
  35. Dar uma rapidinha: sexo rápido e casual, que fuja da rotina pode salvar seu relacionamento e deixar os dois bem mais animados.
  36. Falar coisas quentes no ouvido: que tal deixar a brincadeira mais excitante falando algumas sacanagens leves? Não precisa exagerar, eles percebem se você está forçando a barra.
  37. O melhor anticoncepcional para você: estudar e analisar o melhor anticoncepcional para os diversos momentos da sua vida, evitando surpresas e respeitando seu corpo.
  38. Fazer sexo em local proibido: em locais públicos, a excitação e a dose de adrenalina vão lá para o alto. Mas o cuidado é importante para que isso não se torne um problema.
  39. Cuidar de sua saúde íntima: é importante estar sempre em dia com as visitas ao ginecologista e exames necessários.
  40. Saber que ainda tem muito mais vida e novas descobertas pela frente!

Fonte:

http://www.dicasdemulher.com.br/40-coisas-sobre-sexo-que-voce-precisa-saber-antes-dos-40/

 

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Como enfrentar o fim do namoro durante a gravidez

Evitar emoções muito fortes é fundamental para a saúde da gestante e também do bebê

Como enfrentar o fim do namoro durante a gravidez

Evitar emoções muito fortes é fundamental para a saúde da gestante e também do bebê

Um término de relacionamento é sempre doloroso, não importa quando ele aconteça. Na maioria das vezes, mesmo quando já temos consciência de que a relação não vai bem e deve terminar, é muito difícil encarar a separação. Imagine, então, o quanto essa dor é multiplicada quando a mulher, além do fim do relacionamento, está enfrentando também uma gravidez.

Embora pareça óbvio que o foco da mãe durante a gestação deve ser o bem-estar do bebê, é difícil controlar as emoções e o sofrimento que uma separação pode causar. Força de vontade e uma boa dose de altruísmo são indispensáveis para que seu filho não seja afetado pelos diversos sentimentos que acabarão aparecendo.

O bebê é prioridade

Se o relacionamento já não vinha bem e as duas partes não se esforçarem para a manutenção dele, a consequência natural é o término. O problema é que, com um filho em jogo, a mulher não pode se permitir grandes variações de sentimentos. Em uma situação como essa, o ideal é que o casal converse e faça todo o possível para se manter unido, apesar das diferenças. Os dois precisam entender que os problemas que possam estar enfrentando ou mesmo o desgaste da relação devem ficar em segundo plano, uma vez que a prioridade é o bebê.

Se o término for inevitável, cabe à mãe fazer com que seu filho sinta o menos possível a interferência da dor emocional sentida por ela. Pode parecer complicado mas, na realidade, a mulher precisa, nesse momento, deixar seu sofrimento para depois. Como é cientificamente comprovado, o feto é capaz, desde a mais tenra fase da gestação, de “sentir” junto com a mãe. Se ela fica nervosa, feliz, triste ou preocupada, a criança percebe, inevitavelmente.

Naturalmente é difícil se manter apática diante das decepções e frustrações que se apresentam no momento, mas é necessário. A mãe deve, em outras palavras, guardar o sofrimento para depois. Enquanto estiver grávida, deve evitar se deixar deprimir, deixando para digerir os fatos quando não houver outra vida sendo tão diretamente afetada pelas suas emoções.

É possível recomeçar?

Toda mulher sabe que, por mais doloroso que seja o término, sempre é possível encontrar um novo amor. No entanto, este não é o momento de começar a procurar. Com a data do nascimento se aproximando, você deve direcionar sua atenção aos preparativos para a chegada do bebê. Passar algum tempo sozinha, refletindo sobre os últimos acontecimento e desvinculando-se, emocionalmente, do antigo companheiro, pode ser a forma mais indicada para enfrentar o fim.

Sua vida afetiva não precisa acabar apenas porque você teve um filho, mas iniciar um novo relacionamento durante a gravidez pode deixar a situação ainda mais confusa. Isso é prejudicial para o bebê e deve ser evitado. Lembre-se que você terá todo o tempo do mundo para conhecer pessoas novas depois que ele nascer e deixe essa nova fase para então.

Quando seu filho nascer forte e saudável, todo esse esforço terá valido a pena, e você estará com as energias revigoradas e preparadas para cuidar dele com todo o amor que ele merece. Tente pensar nesse momento quando os dias parecerem difíceis demais e conserve-se para a melhor parte da sua vida.

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/como-enfrentar-o-fim-do-namoro-durante-a-gravidez/

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

5 sinais de que seu namoro está perto do fim

Perceba os alertas de que o relacinamento está em risco

Sempre que um namoro termina, você volta a pensar nos últimos acontecimentos e sente que o tempo todo ele estava dando sinais de que queria romper com você? Aprenda aqui quais são esses principais alertas de fim de namoro e poupe um possível sofrimento inesperado.

1 – Ele não demonstra interesse

Quando ele parar de se interessar pelos seus assuntos e acabar falando só dos que interessam a ele, você precisa começar a prestar ainda mais atenção. Se ele não tem interesse pela sua vida, pelo que você faz e pensa, dificilmente ele estará interessado em você. Isso pode ser um forte sinal de que a ligação que um dia houve entre vocês já não está mais tão firme.

2 – Tudo sobre ele é um mistério

Se ele guarda muito segredo a respeito da vida pessoal dele e nunca gosta de comentar sobre isso, ele pode estar querendo não te envolver mais na vida dele. Se ele não te conta sobre os planos para o futuro que ele tem e fica escondendo conversas que tem ao telefone, você precisa ficar de olho.

3 – Ele tenta agradar demais

Quando o homem começa a fazer agrados inesperados, você tem que ficar alerta. Psicológos afirmam que essa é uma reação natural do homem perante a ideia de que vai te magoar, ou seja, ele quer te elogiar e presentear para que você fique feliz e ele crê que isso vai amenizar o sentimento de culpa que ele vai sentir quando o relacionamento acabar.

4 – Sexo menos frequente, beijos menos ardentes

Se o clima entre vocês está longe do que era antes e nem se beijar direito vocês se beijam mais, isso é um sinal de que o que havia de sentimento entre vocês também pode estar acabando ou já ter acabado. Especialmente se apenas você ainda tem um interesse carnal nele e ele não demonstra o mesmo. Quando a ligação carnal do casal está afetada, provavelmente a ligação amorosa deste casal também está defasada.

5 – Ele nunca está disponível para você

Outro sinal de que ele não quer mais nada com você é quando ele para de atender suas ligações, passa a ter compromissos inadiáveis nos horários que vocês costumavam se encontrar e praticamente nunca está disponível para te ver. Quando o namoro chega nessa fase, geralmente qualquer desculpa é motivo para não ver a namorada. Se ele está agindo assim, abra os olhos – o fim do namoro pode estar próximo.

Esse são os sinais que eles geralmente dão quando não estão mais interessados e as mulheres não são muito diferentes. Se você perceber esses comportamentos vindos de você, dele ou dos dois, é importante pensar com carinho a respeito do namoro e decidirem juntos se é viável continuarem com o relacionamento.

Lembre-se que se você não quer mais ele, o melhor é informa-lo a respeito. Não espere que as coisas piorem para ter um motivo grande para terminar o namoro. Falta de interesse e de vontade de estar com a outra pessoa já são tristes sinais de que o sentimento entre vocês não é mais forte. Portanto, fique atenta ao seu comportamento e ao dele e evite maiores frustrações para ambos.

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/5-sinais-de-que-seu-namoro-esta-perto-do-fim/

 

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Namorar ou não alguém que já tem filhos?

Manter a relação com os enteados em harmonia depende, em grande parte, da sua atitude

Ao decidir entrar em um relacionamento com alguém que já tenha filhos, é importante entender que as relações entre pais e filhos são eternas, de modo que você precisará aprender a conviver com seus enteados pacificamente.

Antes de mergulhar de cabeça nessa história, convém avaliar alguns fatores.

Você deseja ter seus próprios filhos?

No começo do namoro, pode ser que você não pense nisso mas, com o passar do tempo, quando o relacionamento estiver fortalecido e vocês começarem a falar em casamento, não se esqueça de abordar o tema “maternidade“. Se seu namorado já possui filhos de casamentos anteriores, e você ainda pretende ser mãe, procure saber qual a opinião dele sobre novos rebentos para evitar desentendimentos futuros.

Tempo dividido

A partir do momento em que você aceita estar em um relacionamento com um homem que já tem filhos, precisa estar consciente de que eles ocupam um papel importante na vida do seu namorado – e será assim para sempre. Ficar brava, fazer chantagem e qualquer tipo de atitude desse tipo não trará resultados positivos. Entenda que você terá que dividir o tempo do gato com as crianças.

Os filhos e a ex

Provavelmente seu namorado estará em contato permanente com a mãe das crianças, por questões naturais. Evite discutir com ela, mesmo que a tentação seja grande. Também não se recomenda fazer cenas de ciúme a cada vez que eles se encontrarem, porque isso será frequente. Se ela provocar, não responda. Não perca a paciência e, principalmente, não brigue com ele por causa da ex.

Além disso, manter um bom relacionamento com as crianças é fundamental para que o relacionamento de vocês funcione, e viver em pé de guerra com a mãe deles não é a melhor forma de conquistá-los.

Cada coisa a seu tempo

É possível que ele hesite em te apresentar para os filhos no início. Isso acontece porque ele tem medo de que eles se apeguem e, depois, o relacionamento não dê certo. Pais tendem a proteger seus rebentos de sofrimentos desnecessários. Entenda isso e não o pressione para conhecê-los. Ele tomará a iniciativa quando julgar o melhor momento.

Caso os filhos dele sejam adolescentes, há um outro agravante: ele pode ter medo da reação deles quando apresentar uma nova namorada. Dê tempo ao tempo e deixe-o livre para decidir quando fazê-lo.

Após as devidas apresentações, não force uma aproximação imediata. Com crianças, principalmente, essa atitude pode ter o efeito contrário. Deixe que as coisas aconteçam naturalmente, para que seus novos enteados possam se aproximar quando estiverem à vontade com você.

Não queira fazer o papel de mãe

Ainda que sua relação com as crianças seja ótima, ou que você desaprove a maneira como elas são educadas, lembre-se de que você não é a mãe. Deixe claro tanto para seu namorado quanto para os filhos dele que você não quer fazer o papel que é dela. Imponha limites, principalmente quando estiverem na sua casa, mas não seja implicante demais – e evite dar castigos e punições por conta própria, o melhor é conversar com o pai deles antes de qualquer atitude mais severa.

Se você, por fim, decidir entrar nesse relacionamento, tenha em mente que uma relação harmoniosa com os filhos dele depende, em grande parte, de você mesma. Cabe a você não permitir que sua relação seja prejudicada por brigas e desentendimentos.

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/namorar-ou-nao-alguem-que-ja-tem-filhos/

Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Dicas para namorar mulher com filhos

 

Dicas para namorar mulher com filhos

É comum encontrar aquela mulher jovem, inteligente, bonita carinhosa, perfeita para você, mas que já tem filhos, e então que cuidados devemos ter para que o relacionamento amoroso com essas mulheres seja bom para todos, inclusive para os filhos?

As mulheres que já tem filhos são mais experientes e isso ajuda por que a experiência faz com que muitas das frescuras das patricinhas, que nós homens não suportamos, não sejam tão presentes nestas mulheres que já tiveram uma maior vivência amorosa. Em geral a mulher que tem filhos traz consigo a responsabilidade de mãe, tem uma boa noção dos assuntos relacionados a finanças, é um tanto mais preparada para as tarefas do lar, e, se já foi casada sabe mais sobre o que deve ser priorizado para manter a harmonia do lar.

Mulheres com filho possuem uma necessidade de se relacionarem com um homem capaz de prover uma família, mantendo a de forma estável. Então se você é um homem que tem uma boa posição financeira, é trabalhador, estudioso será o alvo preferido dessas mulheres. É perfeitamente compreensível que elas procurem homens estáveis financeiramente para namorarem ou casar, afinal precisam acima de tudo buscar o melhor para seus filhos, não havendo nesta atitude um caráter interesseiro, mas sim um instinto natural da fêmea em preservar o filho.

As mulheres com filhos convivem melhor com seus parceiros também pelo fato de não demonstrarem um ciúme avassalador como é mais comum nas mais jovens, em razão principalmente do homem não ser o seu primeiro alvo de ciúmes, mas sim o filho. Além disso, as mulheres com filhos são mais fiéis, se já encontraram o homem que procuraram, pois se sentem mais completas, e preferem preservar o que tem em vez de buscar aventuras que coloquem a perder sua estabilidade.

Por outro lado você ganha um filho (que não é seu), mas terá que arcar com o papel de pai, para tanto precisa estar preparado. Ser pais é uma tarefa fascinante, mas não é de forma alguma uma coisa simples. Ser um bom pai é ter tempo para seu filho e gostar de ser pai, não dá para ser pai por obrigação para ter a mulher dos seus sonhos, os dois perceberão e advinha quem vai ser chutado para escanteio? Isso mesmo você. Então não pense que você dará um jeitinho, por que para ter um relacionamento amoroso com uma mulher que tem filhos terá sim que ser o pai para seu filho, mesmo que ele tenha um pai biológico presente.

Outro fator que pode complicar o seu relacionamento com mulheres com filhos são seus ex. maridos. Muitos homens terminam uma relação, mas não se desapegam, continuam a cercar sua fêmea como se delas fosse dono para todo sempre. Nestes casos você terá que ter muita diplomacia, para não se estressar e tentar cultivar um relacionamento harmonioso, principalmente se esse ex namorado ou marido cisma querer administrar a vida de sua ex mulher. Terá, caso isso ocorra que lidar com alguém que você quer distante de você e da sua família, mas não pode tomar uma atitude, pois esse cara é o pai do filho da sua amada.

Você já percebeu que as mulheres que tem filhos têm muitas qualidades para fazer um homem feliz, contudo, tem que ser levado em consideração que elas não vêm sozinhas, traz consigo o filho que, por conseguinte tem um pai que estará por perto. Sabe também que por isso terá que se desdobrar no jogo de cintura para lida bem com essa situação. Não estar bem com o filho da mulher amada significa na maioria das vezes não estar bem com sua amada, o que o leva a ter um duplo desafio.

Outro aspecto que deverá ser consultado junto a sua futura companheira é o fato de que já tendo filhos se ela ainda se dispõe a ter filhos com você, caso queira ter seus próprios filhos. Muitos homens acreditam que podem resolver essas questões depois, e acabam por cobrar a esposa por coisas que não foram devidamente esclarecidas no tempo certo, ou seja, é melhor ser bastante franco com suas expectativas agora do que sofrer daqui á algum tempo quando o relacionamento já estiver concretizado.

A sua personalidade contará muito para o sucesso do seu relacionamento amoroso com uma mulher que tem filhos, nesse ponto antes de iniciar um namoro com uma mulher que tem um ou mais filhos procure refletir calmamente sobre as conseqüências desta decisão. Pese bem as coisas que terá que abrir mão antes de dar um passo a mais no relacionamento. Se você não estiver disposto a cuidar do filho dos outros, não tem paciência ou não quer ter uma família agora é recomendável não prosseguir com o relacionamento. Lembre-se que o mais importante é ser sincero consigo mesmo e não causar mágoas desnecessárias.

Por: Haroldo Silva

Fonte: http://www.parcerto.com.br/conselhos/homens-x-mulheres/artigo/dicas-para-namorar-mulher-com-filhos.php?id_artigo=102

Sensato, em 21/11/2014 – 11:46
Já namorei 2 mulheres com filhos. Uma era viúva, com filhos jovens adultos. Nesse caso, focando no quesito filhos, era tranquilo, viajávamos sozinhos, os meninos eram muito legais, e não tinha o pai pra encher o saco. Nota 10, terminamos por outros motivos. Já um outro relacionamento, recém separada de filhos pequenos; uma dica: FUJAM. Nem tanto pelas crianças, apesar de achar complicado conviver com filhos de outro homem, ainda é uma situação contornável; o problema é o ex, que usa uma suposta preocupação com os filhos pra disfarçar o ciúme que sente de você. Já fui ameaçado, e tenho que ficar calmo por conta de tudo o que um stress pode gerar pra ela e pras crianças. Ela é uma pessoa fantástica, mas o pacote filhos + ex-marido é realmente MUITO complicado. Sei que é um assunto difícil, estamos falando de pessoas, mas também temos que nos preservar, ninguém o fará por nós, certo?
andrey, em 17/11/2014 – 23:30
Entendo todos perfeitamente.Se temos a escolha então escolheremos o que é melhor para nós.Mas, o que é melhor para nós?,será que é abrir mão da mulher amada e que sempre povoou nossos sonhos?Será que é abrir mão do desafio de conquistar o amor de uma criança?CONHECI UMA MULHER que é mais nova que eu, me ama e já me deu autoridade para educar seus dois filhos lindos , que por sinal me adoram e me “jogam” para sua mãe. A vida é única e o pior seria o arrependimento de não ter tentado e ver outro homem que tem a cabeça fria construindo uma família com sua amada por culpa sua.
fernando lemos, em 15/11/2014 – 00:59
Sou atualmente casado com uma mulher mãe de 3 filhos, olha so tenho uma palavra para este tipo de relacionamento … INFERNO… E acabei de ter mais um filho com ela , voçe pode ter certeza se uma mulher com filhos estiver solteira ,algum problema ela tem, o passado delas cheio de mazela o ônus e maior a carga e praticamente insuportável, e se você falar o que pensa! Você esta errado ,independente do o que voce venha dizer,você e o grande canalha deste mundo,ela vai amar tudo e todos odiar so você… Resumindo ou seja, … Tudo e consegue cia de suas escolhas.
marcioz, em 11/11/2014 – 19:18
cara sou casado com uma mulher que ja tem 1 filho do primeiro casamento…na epoca que eu estava com ela tive a opçao de escolher entre ela e outra que nao tinha filhos..fiquei com ela pois era bonitinha ,,gostosinha e tals…a pior coisa que fiz na minha vida foi casar com ela…nao aconselho a ficar com mulher que ja tem filhos , sai dessa correndo .
Elivelton, em 05/11/2014 – 09:38
Namoro uma mulher perfeita, porem alem de ter uma filha de 12 anos ela é mais velha por enquanto esta indo bem, porem tenho muito receio num futuro bem proximo, pois ela só fala na filha e nao tem vontade de fazer mais nada da vida pois diz que a prioridade na vida dela é sua filha então acho sim que se logo no inico isso me incomoda imagina daqui um tempo?
ADRIANA, em 04/11/2014 – 15:43
Bom,vejo que todos não tiveram uma boa experiencia em se relacionar com mulher que tem filho(os). O que posso dizer para vocês homens é que antes de iniciar um relacionamento com esse perfil pensem bastante se é isso mesmo que querem para vida do casal, pois depois fica muito complicado ir empurrando com a “barriga’. Na minha humilde opinião , não me relacionaria com mulher que tem filho, realmente tudo que foi falado é verdade.
Tiago, em 01/11/2014 – 18:37
Senhores, realmente é um fato difícil. Tudo que foi descrito no texto já deduzi e vejo não só aqui, mas em vários outros lugares que mulher com filho funciona dessa forma. Conheci uma mulher estava indo tudo uma maravilha, fazendo essa “resistência” comprovada no texto de preservar o filho por extinto, naturalmente, porém eu não sabia. Estava até pensando em encontrar com ela para sair e tal, vi que poderia ter algo a mais com ela, apesar da distância. Dei uma grande pausa por ela estar se fazendo de difícil. Logo após 1 semana, postou uma situação onde mostrou que tinha filho… Me surpreendi e tirei umas conclusões. Após um tempo voltei a vê-la e conversar com ela mas estou totalmente desanimado por essa condição. Como descrito, ela prioriza o seu filho (lógico), porém teria que engolir calado certas coisas, ver o pai do filho dela por perto, fora o ciúmes da criança. Eu recomendo a todos os solteiros e desimpedidos como eu, mesmo com uma dor forte no coração, sair fora dessa situação, pois o relacionamento seria “perfeito”, maduro, etc. Por isso que eu observava certas vezes conversando em chats, que ela me deixava “boiando”. Tudo a ver. Não adiantam falar que pode dar certo, que NUNCA dará. Sempre haverá um desconforto. Tenho certeza que, se ela não teria, primeiro não iria aparecer para mim por circunstâncias, destino e não seria todo o tratamento e personalidade de ambas as partes, dessa forma.
João Pedro, em 26/10/2014 – 16:32
Já beiro os 50 anos, não tenho filhos e namoro com uma mulher da mesma faixa etária que tem uma filha com 30 anos e dois netos. Pois bem, falo com a experiência de quem já está desistindo do relacionamento. Não se iludam a mulher (mãe) nunca dispensará a você a atenção que você deseja, seja em que situação for. A filha e os netos ( no meu caso) sempre são a sua prioridade, ainda que, não tenha nenhum problema grave ou eminente, ela sempre estará preocupada com eles (filha e netos) e nunca com você. Chega ao ponto de você se queixar que está doente, precisa ir ao hospital, e ela simplesmente não ouve o que você disse e continua falando que está preocupada com a filha que precisa fazer compras ( por exemplo) e as crianças ( os netos) não tem com quem ficar. Amigos não se envolvam com uma mulher com filhos, pois você será apenas aquele que ajuda nas horas difíceis, mas jamais será alguém com relevância na vida dela. A mulher ama seus filhos acima de tudo e de todos, e você não faz parte desse universo, exceto quanto precisam de você. Porém, quando você precisar de alguma coisa, por menor que seja, só terá atenção se todos os outros estivem bem. Então é melhor ter uma boa amiga intima uma mulher para sexo e passeios apenas sem envolvimento, pois você terá muito mais do que assumindo um relacionamento com uma mulher com filho
Zipp0 Sincero, em 09/10/2014 – 19:51
Sai fora… julher com filhos é complicado pra carai… nao aconselho! ta cheio de mulher solteiras bacanas, legais no mundo e voce vai assumir cria de outro cara? NÃO SEJA UM MANÉ, as crianças ficam chatas, crescem e vc quem banca tudo… se quer ser otário problema seu
Oliver, em 09/10/2014 – 16:09
Comecei um relacionamento com uma mulher que tem um filho. Não o conheço ainda pessoalmente, mas parece ser um menino bom. O pai dele mora em outro estado e ele só liga de vez em quando pro filho. Ela foi casada por um longo tempo e este filho é fruto do casamento. Atualmente ela mora com os pais, então quando saímos, os pais dela tomam conta do menino. Por enquanto estamos nos conhecendo e já estamos nos gostando. Como nunca me envolvi com mulheres com filhos, fico com receio e medo do futuro. Preconceito da minha família tb, etc. Aí não sei o que fazer, n sei se deixo rolar até ver onde dá ou já termino tudo antes de começar. Vejo aqui que 100% dos homens falam que é pra sair desta que é uma furada! Alguém sensato poderia me ajudar? Obrigado!!
Ramon, em 09/10/2014 – 00:34
Iniciei um relacionamento a 2 meses, ela tem um filho de 2 anos, eu tenho 19 anos e ela ira fazer 23, o pai do filho dela é bem ausente e isso não me preocupa,eu me dou super bem com o filho dela, porem as vezes me sinto no escanteio, a educação que ela da pra ele é totalmente diferente da que penso em dar pros meus filhos, ele tem mimos e chora quando quer as coisas ou quando é contrariado, eu não sei o que fazer, me ajudem de alguma forma, eu gosto muito dela, e ela também de mim, eu quero que de certo, porem estou muito difícil.
Anonimo, em 26/09/2014 – 22:52
Oque posso dizer… Minha mulher tem 1 filho, sei que ele não tem culpa, mas não suporto isso. Tenho um filho tambem, é o unico motivo que me faz aceitar. Amo muito ela, e teremos o nosso filho agora, mas isso me consome diariamente 24hs por dia, não suporto isso. Recomendo a quem não esta em uma situação desta, a NUNCA entrar nisso. Perdoem as mulheres com filhos, mas se voce quer realmente ser feliz por completo, não entre nessa. Ou terá pequenos momentos de felicidade, os momentos que está só voce e a pessoa que Ama e voce esquece por um breve momento da situação, mas depois voce lembra e o pesadelo volta, mesmo a mulher não ter nenhum contato com a pessoa que originou este filho. Não entre nessa se voce pode escolher, pois no começo voce não liga, mas depois que se apega, isso é terrível. Todos merecem a felicidade, mas eu nunca recomendaria e nem faria isso de novo na vida.
Marita, em 25/09/2014 – 23:40
Desculpem-me mas não pude deixar de fazer este “livro” comentário sobre a matéria e os “ilustres” pensamentos gerados por ela!! Que papo mais furado! Onde está a desenvoltura de vocês Homens, que dizem-se tão práticos e seguros na conquista?! Não querem namorar uma MULHER que já tenha um filho (eu disse MULHER e não mocinhas mimadas e problemáticas)? Então que saiam em busca das solteiras sem filhos para tal! Ué.. é tão simples… Conheceu a garota, gostou dela mas ficou sabendo que tem filho, “pula fora”! Para que perder tempo? Para depois ficarem lamuriando-se nos chats da vida?? Agora, se não resistirem aos encantos da moça como acontece em qualquer paquera, apliquem aquelas “estratégias” fatais de conquista, pelas quais vocês adoram vangloriar-se, tente por que não? Quem sabe vocês não “dominem” a situação? Na verdade o que estou vendo é que alguns “homens” (não são todos hein?!) são mais infantis do que os próprios filhos de suas namoradas/companheiras! Sem atenção? Sem tempo para viajar? Todas as atenções voltadas para os filhos? Ah, faça-me o favor! Sinto que alguns de vocês estão em busca não de uma namorada/MULHER, mas de uma mãe!! Para esta “fatia” de homens que acham um “ultraje” relacionarem-se com mulheres com filhos… Para essa minoria (graças a Deus!) de “homens” que acham que para existir amor deva também existir um caminho cheio de rosas e sem espinho algum (chamo de espinho as dificuldades normais diárias de qualquer casal e JAMAIS um filho!)… Sugiro terapia para tratarem de seus medos machistas e/ou emoções internas mal resolvidas! Por que com quase 99,9% de certeza posso garantir: Nem com as mulheres do mundo solteiras sem filhos, bonitas, gostosas e á sua total disposição – de preferência vinda com um laço vermelho embrulhada para presente, não é?! – vocês estarão felizes, completos e realizados! Só mais um comentário com relação á uma frase do texto que diz: …”Então se você é um homem que tem uma boa posição financeira, é trabalhador, estudioso será o alvo preferido dessas mulheres”… Alvo preferido dessas mulheres?? Em que século o autor do texto acha que estamos? Hoje em dia muitas mulheres solteiras com filhos ou não, são financeiramente independentes e buscam companheiros para serem felizes e não seus provedores!!! E tem mais, muitas mulheres com filhos hoje em dia preferem ter relacionamentos SAUDÁVEIS, mas com cada um em sua casa provendo o seu lar ( cada um pagando as suas contas)! Relacionamento é troca, amor e não submissão! Para ambas as partes! Pensem….quem sabe o problema não esteja nos filhos de suas companheiras mas sim na forma imatura como vocês “homens” enxergam os relacionamentos e o amor?? Ah.. E para as mulheres solteiras (com filhos ou não) um conselho: Amem-se! Respeitem-se! Fujam de “homens” como esses que são tão ou mais infantis que os seus filhos ao ponto de disputarem sua atenção, tal qual o filho mais velho disputa com irmãozinho caçula ou vice e versa! Permita que se aproxime de você apenas HOMENS que aprenderam a respeitar o ser humano, a individualidade…. e o fundamental aprenderam o que é o verdadeiro amor!
James, em 08/06/2014 – 22:38
E dificil namorar mulher com filhos. A minha namorada tem 1 filha e gosto muito dela, mas o que mais me irrita e ter que suportar o pai vindo no portao, ou alguns lugares que os dois tem que ir por causa da filha e eu deva acompanhar, os momentos a dois ficam bastante bloqueados e vc nao pode dar nenhum tipo de bronca ou ordem para a filha pois nao e sua. Me perdoem as mulheres que querem ser felizes mas e dificil para o homem ver outro cara no portao de sua casa. Esse vinculo irrita, a questao nao e ser homem de verdade ou nao, pois vc se apaixona pela mulher, mas e toda a questao dos horarios e vc fica a merce da mulher…. E dificil caros.
alcides, em 08/05/2014 – 23:12
Eu sou uma pessoa que dou preferencia por mulher solteira e que tenha filho menino ou menina
Diabolic, em 12/04/2014 – 17:13
Esse texto é uma piada… Já namorei uma e atualmente namoro com outra que tem filho e posso falar muito bem do assunto. Experientes? Sim, em serem mães, mas isso não tem relação nenhuma com serem maduras… muitas vezes é o contrário, ter um filho com 17/18/19 anos é um indício forte de imaturidade na maior parte dos casos, e essa imaturidade nem sempre passa com o tempo. Você sempre será o outro, sempre em segundo lugar, sendo a mulher infantil ela ainda pensará que o filho é a razão de viver dela, e não ela mesmo, é tenso isso. Tempo… viajar, divertir, sair a noite.. prepara-se para abrir mão disso, é foda… não dá para simplesmente “pegar sua namorada depois do trabalho” para sumirem por aí, tudo depende do filho DELA. Ex… essa é uma parte complicadíssima, nem preciso falar né… Outra coisa, muitas mulheres são individualistas, estão pouco se fudendo com os desejos do namorado, tendo elas já a experiência de ter um filho, elas se fecham para isso. Bom para o comedor que engravidou ela, ruim para o trouxa que está com agora, é sempre o “EU já tive um filho e por isso EU não quero ter outro, pq EU não estou preparada e bla bla bla”. Eu cometi esse erro duas vezes já, atualmente estou com uma mãe solteira, gosto muito dela e enquanto estivermos juntos darei 140% de mim para ficarmos bem, mas dando errado esse relacionamento NUNCA MAIS CHEGO PERTO DE UMA, nem que seja só para beijar… Mãe solteira, em 80% dos caso é cilada, saiam fora amigos, simplesmente não vale a pena. Sinto muito as mães solteiras, não entenda isso como uma ofensa, são só relatos fáticos..
Guilherme, em 26/02/2014 – 23:04
TUDO EM 2 PALAVRAS: EXTREMENTE COMPLICADO!!
Edgar, em 14/01/2014 – 20:01
Perfeito o mateus, sinto a mesma coisas, namoro uma mulher que tem uma filha, ha 2 anos. No inicio era uma maravilha, atualmente é uma bosta nosso relacionamento. Simplesmente a mulher se dedica muita a filha enquanto fico com as sobras, migalhas, sexo é artigo raro. sair pra festas e passeios romanticos nem existe mais. Um porre namorar uma mulher assim, baita furada, relacionamento sem futuro.ekwd Perfeito paulo Eu tive duas experiências muito negativas e não recomendo a homem nenhum se envolver com mulher com filhos. Mãe e avó geralmente mimam demais essas crianças de pais separados e o novo namorado tem que aturar todo tipo de manha sem poder falar nada. Fora que o pai das crianças sempre aparece. Maior roubada. FUJAM o QUANTO ANTES! CILADA TOTAL!
Diabolic, em 16/11/2013 – 09:02
Já tive uma experiência e estou na segunda, não escolho mulheres com filhos, infelizmente, simplesmente aconteceu. NÃO RECOMENDO!! SAIAM FORA ANTES DE APEGAR, PQ DEPOIS QUE SE APEGA FUDEU TUDO.
Diabolic, em 16/11/2013 – 09:02
Já tive uma experiência e estou na segunda, não escolho mulheres com filhos, infelizmente, simplesmente aconteceu. NÃO RECOMENDO!! SAIAM FORA ANTES DE APEGAR, PQ DEPOIS QUE SE APEGA FUDEU TUDO.
ldo, em 14/11/2013 – 00:33
Tenho o mesmo problema . Gosto na minha namorada mas nao quero me dedicar aos filhos de outas pessoa e muito menos receber um extranho para mim em minha casa….
Paulo, em 09/08/2013 – 18:19
Eu tive duas experiências muito negativas e não recomendo a homem nenhum se envolver com mulher com filhos. Mãe e avó geralmente mimam demais essas crianças de pais separados e o novo namorado tem que aturar todo tipo de manha sem poder falar nada. Fora que o pai das crianças sempre aparece. Maior roubada.
Mateus, em 08/08/2013 – 08:05
namoro uma mulher que tem uma filha, ha 2 anos. No inicio era uma maravilha, atualmente é uma bosta nosso relacionamento. Simplesmente a mulher se dedica muita a filha enquanto fico com as sobras, migalhas, sexo é artigo raro. sair pra festas e passeios romanticos nem existe mais. Um porre namorar uma mulher assim, baita furada, relacionamento sem futuro.ekwd
Aline karina, em 04/08/2013 – 22:30
tenho 5 filhos fui abandonada pelo pai deles mais acho que filhos não é impedimento quando ha amor sincero e vedadeiro não dei certo com o pai dos meus filhos mais quero muito ser feliz de novo
saneuma, em 26/07/2013 – 04:06
eu tenho dois filhos to namorando um cara lindo educado tudo de bom.mas n sei se vai dar certo porq ele n tem filhos e n sei como a familia dele vai reagir
lady, em 16/07/2013 – 15:48
tambem tenho filhos e vendo todos esses homens recentidos e mal amados me pergunto será que os homens de verdade sumiram?
lais, em 06/07/2013 – 19:45
Sou mae tenho 21 anos , tenho um filho lindo q e tudo pra mim , nao me dou muito com o pai dele e ele vive me falando que se eu nao ficar com ele nao vou ficar com ninguem Fico triste porque acho q todo mundo tem direito de ser feliz , e eu nao quero nada com ele ..
Hugo, em 13/06/2013 – 15:46
Quem faz os filhos que os governe esse tipo de mulher não interessa a nenhum homem eles que tenham muito cuidado
Freddy, em 03/06/2013 – 21:04
Se procuras o inferno, casa com mulher com filho. Vais levar com a sogra, como ex dela, com o garoto e com a própria mãe. Pobre de ti se ousas contrariar alguém.
PIPO, em 31/05/2013 – 16:32
Oi tenho 27 anos, minha mulher 32, ela tem 2 filhos, porèm nao mora com agente; ja namorei com mulheres que tem filhos, mais essa è a primeira vez que estou morando com uma, Tipo Assim: toda hora minha sogra, cunhada etc, tem o cuidado de falar na minha frente do pai dos filhos dela, nossa isso me encomoda tanto que estou pensando em acabar esse relacionamento. nao o suportooo… gostaria que alguèn me ajudaçe. obg:
Marcus, em 09/05/2013 – 19:35
Pessoal, estou namorando uma guria aproximadamente 6 meses! Ela é muito legal, é minha parceira p tudo, porém existe um pequeno problema! Ela tem um filho que me adora mas que é um pé no saco, ele é muito mimado e tá sempre fazendo manha. Penso em relevar isso pois ela tem muitas qualidades. Mas quando penso em um futuro me dá um baita medo. Afinal a criança nunca vai ser meu filho e eu jamais vou gostar dele da mesma forma que ela gosta. E quando tivermos e se tivermos filhos, como vai ser? Minha preocupaçao é deixar o filho dela de lado… são muitas duvidas. Que eu faço? Qual a sugestão de quem passou ou está passando por uma situação parecida??
Angelo, em 25/04/2013 – 02:43
Estou procurando uma luz, porque estou prestes a também iniciar um namoro, ou não, com uma garota que tem uma filha recém-nascida, acho que não vai haver problemas com relação ao ex, o único problema sou eu, não sei se vai ser bom pra mim, ou se devo me afastar e procurar outra garota sem filhos, eu tenho 20 anos e ela 18, somos muito jovens, e não sei o que fazer, eu gosto dela e acho q ela tmbm, mas é uma relação que ainda não se concretizou os sentimentos, apenas gostamos um do outro..
elyne oliveira, em 23/04/2013 – 17:49
eu tive um relacionamento com um rapaz negro há uns anos atrás mas não ficamos juntos por que sua familia dizia que ia sobra pra ele cuidar dos meus filhos, e a mae dele me disse quando eu estava gravida de 8 mesês que eu era branca ele negro eu ia ficar velha rapido e ele não ele ia me trair por isso me doeu tando ao ouvir isso por telefone da boca dela que sentia uma dor enorme na barriga ela foi cruel em dizer isso por que eu tava com o primeiro neto dela dentro de mim sabe eu disse tudo pra ele ele disse que eu mentia que a mae não me diria isso ela disse tambem que meu filho era filho do pecado não sentia de Deus que ele era neto dela etc nossa não desejo o que passei pra niguem meu filho nasçeu eu não deixei ele da o sobrenome dele pra meu filho por toda magoa que carrego de todos eles, e foi pior ainda quando eu descobrir que ela a mae dele e ele montou um quarto pra levar meu filho embora pensando que eu não teria condiçoes financeira pra cuidar dele. ainda bem que eu acredito muito em Deus ele me ajudou sou da area da saude terminei meu curso estou bem meu filho tambem comprei uma casa linda num condominio fechado vou fazer outra faculdade esse ano. Hoje não sinto mais nada por hoem nem um e estou bem assim eu penso que nunca mais vou acreditar em nem um homem mas ta bom assim esssa é a vida né !!!
sandra, em 03/04/2013 – 14:11
Gostaria de conlhecela sou tivorciado tenho dois filnhos casados
SANDRA, em 06/03/2013 – 10:53
QUANTOS ANOS TEM A SANDRA QUE SENTI ALGO TIPO SOLIDAO
Selton Martins, em 24/02/2013 – 15:17
Mulher com filhos é uma barca furada. Você sempre vai estar em segundo plano. Seja homem e arranje uma q seja solteira. Tô avisando…
Sandra, em 26/01/2013 – 12:25
Sou divorciada e tenho dois filhos, apesar do amor deles sinto muita falta de um companheiro, me sinto como falou madura, sou independente e tenho uma vida financeira est�vel, mas infelizmente vejo que ningu�m se interessa por esse tipo de mulher. Tamb�m n�o fico procurando acho que tem que ser naturalmente, afinal me valorizo, amo a mim e a meus filhos, por�m falta algu�m….
martin, em 19/01/2013 – 14:39
oi pessoal… minha namorada tem um filho e a gente se desintende quando ela tem que ir ver o filho em casa do pai, o filho me ama isso é bom pra nós e tenho siumes por n ser meu o filho e eu nao ter com ela um filho e é dificil habituar porque ela n vive com o filho e passamos muito tempo juntos sem star com o filho entao quando xega o memento dela ir ver estraga tudo…. Foi bom ler a vossa materia muita coisa vou mudar.
paulo, em 14/01/2013 – 19:08
eu so lembro de casos de mulheres com filhos que o relacionamento não deu certo, e parte para outro e tambem não vai para frente, será que so eu vejo isso?
Carlos, em 11/12/2012 – 09:24
Namoro uma mulher que tem 3 filhos, o ex e um cara que não esta nem ai, para os filhos,não tenho esse problema de ver o ex. sou solteiro sem filhos,os filhos dela me adoram, e ela me ama de verdade, eu eu tmb e claro. mas tenho medo dos meus pais a rejeitarem, me dem uma idéia agradeço a todos.
Romero, em 12/09/2012 – 10:11
estou prestes a iniciar um relacionamento com uma mulher com filho! será uma experiencia nova para min na minha vida!
Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Dicas de relacionamentos com pessoas que já tenham filho(a) e ou filhos(as).

  1. Melhor será se você também for solteiro e já tenha filho(a) e ou filhos(as) pois também já passou por uma relação que por via das dúvidas não deu mais certo e agora tem como vivenciar com uma outra pessoa os mesmos cenários.
  2. Entenda que o pai e ou mãe do filho e ou filha de seu atual companheiro e ou companheira sempre irá visitar vocês para buscar o filho e ou filha que possivelmente dependendo da sua evolução e da contraparte saberá lidar com isto e ou não; podendo a contraparte ficar lhe provocando em relação a buscar o filho e ou filha do mesmo.
  3. O ex da sua atual mulher e ou homem pode vir a lhe provocar tipo eu já comi sua mulher mesmo e ou eu já conheço como é seu homem mesmo já dei pacas para ele e é um brocha.
  4. Entenda que a relação dos ex de seu atual companheiro e ou companheira será eterna por causa dos filhos.
  5. Você terá que gostar muito da sua companheira para gostar de viver esta relação e estes cenários.
  6. Se ela e ou ele não gostar mais de você e ou do que você proporciona para ela e ou ele desista; é melhor do que ficar se remoendo; afinal ela e ou ele estava com você por gostar de você e ou por interesse no que você dava e proporcionava para ela e ou ele? Reflita nisto.
  7. Se você for solteiro e sem filhos e for se envolver em um relacionamento com pessoas com filhos reflita e converse bem com a pessoa sobre a relação, afinal você pode querer ter filhos com a mesma futuramente e se não for a intenção da mesma você poderá ficar sem chão.
Publicado em Relacionamentos | Deixar um comentário

Histórico do Projeto Só-Pão de Natal

oficio_do_so_pao_de_natal_2014-1oficio_do_so_pao_de_natal_2014-2Versão PDF

Publicado em Ágape | Deixar um comentário